Ecobag a missão

Sacolinhas em TNT para diversas finalidades

[b]UM SACO INCOMODA MUITA GENTE[/b]

O saco plástico é produto do petróleo; leva até 400 anos para se decompor; se
descartado incorretamente, entope bueiros e agrava enchentes; mata animais marinhos
que o comem. Mais: "Se um saco plástico com material orgânico ficar muito tempo
fechado, ao ser aberto libera metano, gás 21 vezes pior ao aquecimento global que o
gás carbônico", diz Fernanda Daltro, coordenadora de consumo sustentável do
Ministério do Meio Ambiente.

[b]DÊ BANHO NELAS[/b]

Um estudo da Universidade do Arizona (EUA) e da Universidade de Loma Linda (EUA)
achou nas sacolas retornáveis usadas um número considerável de micro-organismos
nocivos, como bactérias que causam infecção gastrointestinal. Uma vez por semana,
higienize sua ecobag. Se for de tecido, ponha na máquina de lavar só com sabão.
Depois, com ela ainda úmida, borrife gotas de uma solução feita com 1 colher (sopa) de
água sanitária e 1 litro de água. Isso também é legal para limpar ecobag plastificada.

[b]UMA VALE POR MIL[/b]

Em média, uma ecobag dura cinco anos. Nesse tempo, você deixa de pegar cerca de
mil sacos plásticos no mercado.

[b]CADA UMA, CADA UMA[/b]

Quando for ao mercado, leve ao menos duas ecobags: assim pode separar alimentos de
produtos de limpeza e evitar contaminações.

[b]EM CASA[/b]

A quantidade de sacos que cabe no porta-saco, ou puxa-saco, é suficiente para você
jogar todo o lixo orgânico do banheiro e da cozinha. Não precisa pegar mais do que isso
no mercado. Vá de ecobag!

[b]PAPEL É Nº 2[/b]

Se esqueceu as ecobags, peça caixas de papelão ao pagar a conta no mercado. Esse
material é reciclado com mais facilidade pela indústria.

[b]1,5 MILHÃO[/b]

É a quantidade de sacos plásticos consumidos por hora no Brasil. O dado é do
Ministério do Meio Ambiente. Uma ecobag na mão e você já ajuda a mudar isso!
Por Sofia Solves - Revista Men's Health - 08/2010